LIVRES, PARA QUÊ ?


Políticos Corruptos x Eleições 2022

O ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (PSB) passou 328 noites na prisão. O ex-senador Gim Argello (PROS) ainda mais, 1.159. Livres por diferentes motivos de processos judiciais da Lava Jato, a partir de 2023 a meta deles é voltar a exercer mandato no Congresso Nacional, onde talvez tenham a companhia de algozes como Deltan Dallagnol e Sergio Moro.

Assim como os dois, outros políticos que foram presos na operação deflagrada em Curitiba e em desdobramentos articulam a volta às urnas na eleição em outubro. O caso mais notório é o do ex-Presidiário Lula | PT (preso por quase 02 anos), cuja imprensa e institutos de pesquisa esquerdista insistem em mentir a respeito da intenção de voto do povo.

Também devem retornar às urnas o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PTB-SP), o ex-deputado federal Luiz Argôlo (MDB-BA), além do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) e do ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB).

Henrique Eduardo Alves, que foi deputado federal por 11 mandatos consecutivos e presidente da Câmara entre 2013 e 2015, quer voltar após um hiato de oito anos fora do Congresso Nacional. O retorno à política acontece cinco anos depois de ter sido preso preventivamente âmbito das operações Sépsis e Manus, que investigaram supostos desvios de recursos da Caixa Econômica Federal e da construção da Arena das Dunas, em Natal. Alves, 73, enfrentou 11 meses de prisão preventiva, entre junho de 2017 e maio de 2018, em decorrência de investigações derivadas do caso iniciado no Paraná. Seu principal processo teve sentença anulada pela Justiça Federal do DF em dezembro, e o ex-deputado ainda enfrenta três ações na Justiça Eleitoral no RN.

A maioria desses “políticos” foram acusados (E CONDENADOS) pela Lava Jato (etc.) de receber propina de empreiteiras, por meio de doações oficiais e de pagamento a terceiros , em troca de proteção em CPI sobre a Petrobras (etc.).

A acusação das autoridades da Lava Jato era a de receber propina de empreiteiras, por meio de doações oficiais e de pagamento a uma igreja, em troca de protegê-las em uma CPI sobre a Petrobras.

Assim como aconteceu com o Ex Presidiário Lula | PT, contra esta grande maioria de POLÍTICOS CORRUPTOS, FOI DEVIDAMENTE COMPROVADA a AUTORIA e MATERIALIDADE DELITIVAS nos respectivos processos. Mas, porque não continuam presos ??? Graças ao próprio atrapalhado | ineficiente JUDICIÁRIO ! uma VERGONHA !

QUAL A INTENÇÃO DE UM “POLÍTICO” QUE SE LIVROU DE UMA ACUSAÇÃO AO RETORNAR AO PODER ?


É impressionante o que está acontecendo no Brasil. Tais “políticos” (de índole duvidosa, ressalte-se de passagem), liderados por seu Ídolo (Ex Presidiário Lula), tentarão voltar ao Poder, usando a INGENUIDADE DA POPULAÇÃO nas próximas eleições, enganando | manipulando | mentindo descaradamente e, ainda, se fazendo de vítima de perseguição política.

Outro ex-presidente da Câmara, EDUARDO CUNHA (PTB), anunciando a intenção de voltar a concorrer a deputado. Cunha também se beneficiou da anulação nas instâncias superiores de uma de suas condenações, mas está inelegível. Isso por ter sido um dos poucos parlamentares cassados por colegas por quebra de decoro em consequência das descobertas da Lava Jato. O então deputado perdeu o cargo em 2016 por quebra de decoro e pouco depois foi preso por ordem de Moro. Agora, precisará de alguma espécie de liberação judicial para concretizar a candidatura.

Também deve voltar às urnas em 2022 o ex-deputado federal baiano LUIZ ARGÔLO, um dos primeiros políticos presos pela Lava Jato. Detido em 2015 sob acusação receber propina de fornecedoras da Petrobras, cumpriu quatro anos de prisão em regime fechado e está em liberdade condicional desde 2019. Depois de um período recluso, voltou a se movimentar politicamente e se filiou ao MDB, partido que na Bahia é liderado pelo ex-ministro GEDDEL VIEIRA LIMA, também preso por corrupção e em condicional. A adesão ao grupo governista mostrou que o ex-deputado ainda é influente: ele conseguiu emplacar JOSÉ ANTÔNIO MAIA GONÇALVES, seu advogado nos processos da Lava Jato, como novo secretário de Administração Penitenciária da Bahia (a secretário terá como função gerir as unidades prisionais da Bahia, incluindo a Penitenciária Lemos Brito, onde Argôlo cumpriu parte da pena). Em seu retorno às urnas, o ex-deputado vai trabalhar para retomar suas bases eleitorais, sobretudo na região de Entre Rios (141 km da capital baiana), onde a sua família tem fazendas e um parque de exposições e vaquejadas.

Mesmo com pretensões eleitorais, Luiz Argôlo e Gim Argello seguem fora das redes sociais e fazem poucas aparições públicas.

Há três semanas, Argôlo foi ao ato de lançamento da pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues (PT) ao governo da Bahia com a presença de Lula. Mas preferiu ficar nos bastidores e se manteve no fundo do palco.

Depois de meses mais recluso, Henrique Eduardo Alves voltou a percorrer o interior do Rio Grande do Norte, retomando o contato com os “bacuraus”, seu tradicional grupo político que no estado rivaliza com os “araras”. Será uma espécie de volta às origens após ter atingido o seu ápice como presidente da Câmara e mergulhado em uma espiral de revezes que culminaram com a prisão.

Será que os tais, passarão despercebidos ?

Graças a Deus que o Capitão do Exército brasileiro, Jair Messias Bolsonaro, foi eleito PRESIDENTE DA REPÚBLICA em 2018, colocando fim à hegemonia da corrupção político-eleitoral desde 1986 (pseuda “abertura democrática”).

O FENÔMENO Bolsonaro tem despertado EM TODA A POPULAÇÃO um sentimento NATIVISTA que há muito tempo não se via por aqui: O PATRIOTISMO ! Graças ao Presidente Bolsonaro, nasce, finalmente, um movimento capaz de enfrentar todo esse SISTEMA PODRE estabelecido: A DIREITA e, em decorrência de todo este esforço para TORNAR O BRASIL UM PAÍS MELHOR, HOJE, E PARA AS FUTURAS GERAÇÕES, bem como a abertura da notícia nas mídias sociais, p. ex. (etc.), milhões de patriotas TEM EXPOSTO NA INTERNET A BANDA PODRE DO PODER, tornando notória as informações sobre esses MALDITOS CORRUPTOS E, ASSIM, TORNA POSSÍVEL AO ALEITOR SABER EM QUEM NÃO VOTAR !

Há grandes expectativas para eleições 2022, sobretudo, de uma grande mudança nas cadeiras parlamentares e dos Governadores dos Estados. O POVO DEIXOU DE SER BOBO. O POVO NÃO AGUENTA MAIS ESSE POLÍTICOS SALAFRÁRIOS E NÃO OS REELEGERÁ. O POVO NÃO ACREDITA MAIS NA GLOBO E EM TODA A GRANDE IMPRENSA TERRIVELMENTE MENTIROSA.

O Brasil tem a chance de continuar no caminho certo !

Que Deus nos livre do maldito ESQUERDISMO e dos POLÍTICOS CORRUPTOS !

Via PE Notícias e Surge Aki

Publicado por Aldo Corrêa de Lima

Advogado; Bacharel em Teologia; Servo do Deus Altíssimo (Cristão Evangélico [Protestante] apaixonado pelas Sagradas Escrituras e pela Seara Divina); Conservador, Líder, Comprometido, Trabalhador, Honesto, Ético e Sonhador; Casado com Willyana Corrêa de Brito (esposa fiel; Fotógrafa; Agente Comunitária de Saúde; Crente e sedenta por servir a Deus; Sonhadora, Meiga, Amiga, Batalhadora).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: