Capatazes – Vaqueiros (as) | PE


CAPATAZ é o termo atribuído ao indivíduo responsável por liderar um grupo de trabalhadores braçais. No Brasil, os capatazes são trabalhadores predominantemente rurais, que organizam, observam e lideram as atividades das demais pessoas que trabalham nas fazendas, por exemplo. Neste caso, o capataz pode ser considerado o “braço direito” do dono da propriedade, pois lhe são atribuídas responsabilidades dignas de confiança e lealdade, principalmente. Em outras palavras, o capataz é uma espécie de “subchefe”. Além de gerenciar o trabalho dos peões (nome popular dado aos indivíduos que trabalham no campo), os capatazes também devem prestar contas com o fazendeiro sobre todas as ações que foram tomadas em nome da propriedade.
Os capatazes são os responsáveis diretos pela sobrevivência e pelo sucesso da organização. Cada sucesso ou fracasso da empresa é o sucesso ou insucesso de um ou mais capatazes. A excelência empresarial está profundamente relacionada com a excelência gerencial. A visão, a dedicação e a integridade do gerente são os principais determinantes do sucesso empresarial.
Habilidade de um bom capataz:
HABILIDADES TÉCNICAS: São determinantes para o bom desempenho do capataz, sua capacidade organizacional de controlar os peões da fazenda, insumos, ferramentas e funções de cada um no dia-a-dia de trabalho além do conhecimento técnico que o faz tornar-se referência dentro da equipe.
HABILIDADES COMPORTAMENTAIS: O comportamento ideal de um capataz deve sempre ter a premissa da educação, um por favor, obrigado e elogios devem sempre estar pautados no seu dia-a-dia para com os seus colaboradores. Outros adjetivos também devem ser essenciais: iniciativa, bom senso, vontade, honestidade e humildade, contando sempre com os obrigatórios: honestidade, compromisso, responsabilidade, educação e postura.
Para ser um profissional nessa área você precisa também ser um influenciador, pois automaticamente sendo um bom profissional a equipe de trabalho o respeitará. A capacidade técnica para lidar com o gado ou atividades dentro da fazenda é um dos pontos principais, além da educação, postura (limitando brincadeiras, controlando o seu horário e dos envolvidos) e por fim iniciativa. A tecnologia está cada dia mais presente dentro das fazendas, e não pense que isso é uma fase, ela veio pra ficar e você precisa adaptar-se às novas formas de comunicação, WhatsApp, redes sociais e outras ferramentas que ajudarão na comunicação patrão funcionário e entre funcionários. Essas ferramentas são importantes para tirar fotos do rebanho, pedir equipamentos em falta ou quebrados que precisam ser repostos, orçamentos e cotações, compra e venda de animais, divulgação de leilões e da fazenda.
VAQUEIRO é o profissional que está apto a realizar práticas relacionadas ao trato, manejo e condução de espécies animais do tipo bovino, bubalino, equino, muar, caprino e ovino. Possui diversas funções e é a versão nacional do termo americano cowboy. É o trabalhador central de uma fazenda ou local onde sejam criados diversos animais, incluindo o gado bovino. Dessa forma, ele é o responsável por cuidar desses animais, garantindo o bom andamento e funcionamento desse local.
Um vaqueiro percorre toda a extensão da fazenda, observando se o gado está bem alimentado, bem cuidado e saudável, tratando de todas as necessidades desses animais. Além disso, esse trabalhador também protege o gado, garantindo que a fazenda está bem cercada e protegida.
São consideradas atribuições do profissional vaqueiro:
• realizar tratos culturais em forrageiras, pastos e outras plantações para ração animal;
• alimentar os animais sob os seus cuidados;
• realizar ordenha;
• auxiliar nos cuidados necessários para a reprodução das espécies, sob a orientação de veterinários e técnicos qualificados;
• treinar e preparar animais para eventos culturais e sociesportivos, garantindo que não sejam submetidos a atos de violência;
• efetuar manutenção nas instalações dos animais sob seus cuidados.
Tais atribuições foram definidas pela Lei n° 12.870 | 2013, que reconheceu oficialmente a profissão.
A profissão de vaqueiro também exige bom preparo físico, já que é ele o responsável por circular toda a fazenda, inclusive observando a necessidade de chamar atendimento veterinário. Da mesma forma, é necessário saber manejar tais animais, assim como ter noção de doma de cavalos.



Nesta 1ª FASE DE IMPLANTAÇÃO, estaremos inaugurando nosso Projeto de Negócios a partir de nosso Estado. Nossa pretensão para a 2ª FASE é atuar em todo o NORDESTE e, na 3ª, nos demais Estados da Federação, por REGIÃO, a partir do SUDESTE, depois, o SUL e, em seguida, o CENTRO-OESTE e o NORTE.

Que Deus nos abençoe a TODOS !

Publicado por Aldo Corrêa de Lima

Advogado; Bacharel em Teologia; Servo do Deus Altíssimo (Cristão Evangélico [Protestante] apaixonado pelas Sagradas Escrituras e pela Seara Divina); Conservador, Líder, Comprometido, Trabalhador, Honesto, Ético e Sonhador; Casado com Willyana Corrêa de Brito (esposa fiel; Fotógrafa; Agente Comunitária de Saúde; Crente e sedenta por servir a Deus; Sonhadora, Meiga, Amiga, Batalhadora).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: